Autora Sulene Pirana

Entrevista com a autora: Sulene Pirana (Tratado de Foniatria)

Há muito os especialistas em Foniatria esperavam por um livro que abrangesse essa especialidade médica, com um conteúdo que trouxesse à fonoaudiólogos e otorrinolaringologistas informações atualizadas e bem explicadas. O Tratado de Foniatria, das autoras Sulene Pirana e Mariana Lopes Fávero, lançado pela Thieme Revinter no início deste ano de 2020, chegou para suprir essa necessidade.

Produto da experiência das autoras no atendimento foniátrico e na formação de médicos e de fonoaudiólogos na área da comunicação humana, a obra é inédita no Brasil e aborda o desenvolvimento infantil e o processo de aquisição de linguagem, retratando as diversas situações nas quais este processo não ocorre de forma adequada. Por isso, convidamos a doutora Sulene Pirana para conversar sobre a importância da obra e como ela ajudará os profissionais envolvidos na Foniatria.

1- De onde surgiu a necessidade do livro?
A Foniatria no Brasil cresceu muito nos últimos anos, muitos médicos otorrinolaringologistas começaram a se interessar por essa área de atuação da otorrino e havia a necessidade de um livro que orientasse o estudo e o ensino na área. O olhar da medicina sobre os distúrbios de comunicação e aprendizagem de crianças e adultos para o pleno entendimento e adequado tratamento.

 2-Quais as demandas ele vem para suprir?
O Tratado de Foniatria vem suprir a demanda por um livro em português que pudesse servir como base teórica para os profissionais que desejam aprofundar seus conhecimentos e atuar na àrea.

3-Dentro dos assuntos abordados na obra, há algum capítulo que você considera um diferencial dentro do livro?
O Tratado de Foniatria é um livro extremamente abrangente que comporta os temas mais importantes dessa área de atuação. Podemos destacar os capítulos que discorrem sobre a aquisição da linguagem, a importância da audição e motricidade, a fluência e a cognição.

4-O livro é um produto da experiência das autoras no atendimento médico, quais experiências você trouxe da sua vida acadêmica e profissional para o livro?
Os anos de ensino e atendimento de pacientes com problemas de comunicação e aprendizado foram essenciais para a organização e realização do livro. Além da base teórica podemos incluir nossa vivência com casos foniátricos em clinicas escola e privada, o que enriquece o conteúdo.

5- Qual o risco para o desenvolvimento infantil no caso de problemas foniátricos não tratados de forma adequada?
Problemas de comunicação e aprendizado na infância, se não diagnosticados e tratados adequadamente podem causar problemas para a vida toda. Isso impacta as relações sociais e nas escolhas profissionais na vida adulta. Inclusive, isso afeta o desenvolvimento psíquico, uma vez que a linguagem interna é fundamental para o pleno desenvolvimento do ser humano.

6-Quais os problemas foniátricos mais comuns entre os pacientes?
Os pacientes foniátricos chegam aos nossos consultórios principalmente com atrasos no desenvolvimento de linguagem oral ou, quando um pouco mais velhos, com dificuldades de aprendizado escolar. Os adultos quando perdem a capacidade de se comunicar.

7-O livro não é voltado apenas para otorrinolaringologistas. Quais outros públicos que poderão se beneficiar da obra e quais seus respectivos assuntos? Esse livro é para todos profissionais da saúde que trabalham com desenvolvimento infantil. Tanto na área médica (pediatras, neurologista infantis, psiquiatras infantis) como para os profissionais que realizam terapia nessa população (fonoaudiólogos, psicólogos, terapeutas ocupacionais).

Compre agora o livro Tratado de Foniatria no nosso site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *